Audaz
 
Disse a mim mesma que não mais ouviria sua canção
Que deixaria–ir sem tristeza sem emoção
Mas não consigo faz-me falta e a lua que vai tarde e alta
Tira-me o sono e desassossega minha’alma
Tudo acontece assim em turbilhão
A vida os amores, tudo, tudo faço com paixão.
Inclusive Tu, que duvidas, oscilas...
Mas o que talvez não saibas é que toda palavra proferida tem um valor
E talvez não caiba em Amor
Ou em qualquer outra já dita!
 
Qual o tempo das coisas?
 
Como medir a fração de segundo em que explode o gozo?
Qual o tempo da fruta que amadurece sempre a sua hora ?
Qual o tempo dos amante s que esperam a longa demora?
Como contar o tempo que leva o sol entardecer,
Pintar de aquarela o pôr – do – sol o e o amanhecer?
Tudo quanto existe nessa vida tem a sua hora
A mãe que saberá o momento de parir;
Como as borboletas sabem quando sair?
E as flores cada uma tem dentro de si noção de quando abrir?
Pergunte a uma criança tudo isso, e não se espante se meia sem graça ela sorrir:
- Quando está pronto hora!
É assim que funciona, as coisas tem um tempo
E mesmo que para nós ele seja devagar e  lento
Um belo dia de uma manhã qualquer
De um sertão rachado sol
De um um espírito cheio de sonho
Uma mente cheia de barcos
Mãos repletas  de calos:
As coisas ficam prontas
E isso é a todo, todo instante...
Seres humanos também ficam prontos
E como o vinho ficam melhores com o tempo
Sejamos vinho e fiquemos melhores a cada momento
E a colheita, o trigo o pão será por toda vida... bento!
 
25.01.2005
 
Terceira Margem
 
 Quando olho a alma refletida
Nas margens do rio da vida
Vejo dor e pranto, magia e encanto
Anjos e Deuses possuem - me, sempre e tanto.
 
E todo aprendizado é passagem, é partida
Em todas as margens, sempre que há vida.
Eta vida solta, sem destino, qualquer viagem
E sempre que volto to de passagem
 
E se me entrego peito aberto às águas deste rio
O que vejo e que me ensina
É sangue nas veias, respeito verdade e brio
E mesmo que caio, aceito o desafio
O homem forja-se lento e calmo como as águas do rio.
 
Vale a Vida
 
 
Vale dos Sonhos...
Vale dos Mistérios...
Vale dos Martírios...
Vale dos amores e vícios
Vale dos suspiros e desejos...
Vale da paz e da luta
Vale do sol e da lua
Vale donde se toca estrelas...
Vale do verde olhos seus
Vale a vida por um sorriso teu
Vale o suor e Vale a lida
Vale a esperança pão e terra repartida
Vale o grito e Vale o canto
Tudo Vale a pena Vale a pena até o pranto
Vale do Araguaia
Vale Santo!!!
 
Em Cena ou Luzes Câmeras Desconstrução
 
 
Quero domar o destino
Contar minha própria história
Reinventá-la minuto a minuto...
                                                    ... desconstruindo...
 
Versos da mesma canção  que pouco a pouco  se esvai
                                                                                   ...sumindo...
A lagrima furtiva
O brilho pálido e  incerto olhando a vida
E se o mundo que vês , não é o que queres
Encarna a personagem que te deres
Quero sair da história interpretada por todos
Assim como quem cria não o faz por covardia
Pra mostrar que a vida pode ser diferente, acorda vigia
Que regras e convenções
Aniquilam a criatividade tolhem emoções
Somos atores do mesmo roteiro?
No palco da vida quem melhor atua?
 
18/01/05/NX
 
Mar Bravio
 
A - mar bravio
És só saudade
E eu?Nado sem pôr-de-mim mais que a braçada.
Sem alma!
Sem por do sol
Já não há sol e nem lua
Sem porto
Manso e seguro para o nosso amor.
 
Amar o mar
 
Como é possível amar o mar sem te-lô?
Que poesia tem o som do mar?
Que gosto? Que cor tem sentir seu abraço lambendo as pernas?
Invade- me! Toma-me!
Que naufrago e afogo-me em ti!
Embevecida, preenchida de a-mar
De tu e de lua cheia
Completa em todos os poros
Morando em mim
Como o mar esmeralda de teus olhos sem fim.
 
 
Fiz como as índias... andei pra deixar o vento levar
Sai de seus braços como a fênix – a voar
Muitos sentimentos dividem o mesmo ser
Consigo viver, sofrer, amar dizer e calar
Com a mesma verdade que tento a todo instante contar
O sonho é pra ser vivido, devemos sempre levar a paz
Ser no final de tarde rosa, azul, lilás
Sou e serei por toda vida
Para encarar o que ela me traz: ousada, contunde, sagaz.
Semear amor e conhecimento é sina
Com ou sem rima
Despejando
Minha alegria te encanta? - Canto
Deixei as aras e pranto
E hoje todo pecado e todo prazer pode ser santo.
 
Práxis

Aquele dia
Uma coisa inquietante apoderou-se de meu coração
Impressões poéticas
Minha alma se entende co'a tua
E se fragmenta, tenta
inexplicavelmente uma função
prática, pragmática
de ser quem a pensou...
O tempo, o espaço expressões do mesmo laço que nos une:
POESIA!!
Dança, musica, interpreta
Canta e sorri
Colore a vida de sentimentos
Explica todos os elementos
Como numa espiral que eleva o ser...
Agora descansa tranqüilo
Achaste seu caminho:
Levar esses pássaros de pensamento
que vem e vão em revoada.
POETA, ANJO, ARTESÃO,
Guerreiro da palavra
Não há inspiração melhor que olhar para si
Toda poesia é o mesmo universo novo
Guardado ou perdido em mim.
 
 
   
   
   

Myriam Diva